domingo, 3 de novembro de 2013

Alice no país das maravilhas

Postado por Beatriz Kollenz Gama às 14:28
                        

Alice no país das maravilhas é um dos meus livros favoritos, a forma como Lewis consegue decifrar a enigmática mente humana por meio de alegorias e de personagens caricatos leva a aventura de Alice no submundo a um outro patamar. No final não é só Alice que muda o leitor também, e acabamos por descobrir no final que precisamos nos perder para achar quem realmente somos, e que nesse mundo nada é o que parece.

Citações:

"A senhora me desculpe, mas no momento não tenho muita certeza. Quer dizer, eu sei quem eu era quando acordei hoje de manhã, mas já mudei uma porção de vezes desde que isso aconteceu. (...) Receio que não possa me explicar, Dona Lagarta, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas mas não posso explicar a mim mesma..."

"Mas eu não ando com loucos", observou Alice. 
"Oh, você não tem como evitar", disse o Gato, "Somos todos loucos por aqui. eu sou louco. você é louca".
"Como é que você sabe que eu sou louca?", disse Alice.
"Você deve ser", disse o gato, "senão não teria vindo para cá."
"E como você sabe que é louco?"
"Para o começo de conversa, disse o Gato, "um cachorro não é louco. Concorda?"
"É, acho que sim" -disseAlice 
"Pois bem..." continuou o Gato, "Você sabe que um cachorro rosna quando está bravo e abana o rabo quando está feliz. Mas eu faço o contrário: Eu rosno quando estou feliz e abano o rabo quando estou bravo. Portanto, eu sou louco."

"Concordo inteiramente com você - disse a Duquesa. - E a moral disso é: 'Seja o que você pareceria ser'. Ou se você preferir isso dito de uma maneira mais simples: 'Nunca se imagine como não sendo outra coisa do que aquilo que poderia parecer aos outros que aquilo que você foi ou poderia ter sido não fosse outra coisa do que o que você poderia ter sido parecia a eles ser outra coisa" 
"Acho que eu poderia entender isso melhor - disse Alice de maneira muito educada - se estivesse tudo escrito. Mas, desse jeito, eu não consigo entender o que você quer dizer."

Lewis Carroll

0 comentários:

 

Melancholia Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review